Informações Gerais e Programa

Objetivos

O curso tem como objetivo introduzir os conceitos fundamentais do modelo openEHR (open Electronic Health Record) de arquitetura e conteúdo de registros eletrônicos de saúde, e seus componentes, e dar noções de como pode ser utilizado para implementar sistemas de registro eletrônico de saúde, tais como prontuários eletrônicos do paciente.

Compõe-se de um módulo teórico, voltado para a apresentação e discussão dos aspectos conceituais, operacionais do uso, da implantação e do desenvolvimento do openEHR, e de um módulo prático, voltado para os aspectos técnicos de desenvolvimento de modelos clínicos baseados na plataforma openEHRtais como a criação e a gestão de arquétipos, templates, etc..

Público alvo

Profissionais e estudantes da área de saúde (médicos, enfermeiros, dentistas, fisioterapeutas, nutricionistas, etc.) e de informática, participantes de projetos de informatização em saúde e outros que tenham interesse no desenvolvimento de sistemas de informação em saúde alinhados com a evolução clínica e de acordo com as determinações para o uso de padrões pelo Ministério da Saúde do Brasil.

Para saber como funciona um Curso de Ensino a distância – CLIQUE AQUI

Programa Didático

Introdução aos Padrões de Informação em Saúde

  • A importância da informação para o profissional de saúde
  • A informática na saúde e a evolução do conhecimento clínico
  • O que é um SRES, caracteristicas, compartilhamento e interoperabilidade
  • Introdução aos padrões de informação em saúde
  • Terminologias e ontologias (CID10, SNOMED, UMLS)
  • Padrões de interoperabilidade. O HL7 e padrões correlatos
  • Padrões de arquitetura de SRES
  • A Portaria de padrões do MS

Introdução ao Padrão openEHR

  • Níveis de Interoperabilidade de SRES
  • Padrões de interoperabilidade semântica: o ISO 13606
  • Evolução para o openEHR
  • O modelo dual do openEHR
  • Arquétipos e templates
  • Modelos de desenvolvimento de SRES baseados no openEHR
  • Gestão do conhecimento em openEHR

Desenvolvimento e Gestão de Modelos Clínicos openEHR

  • Ferramentas de desenvolvimento e modelagem de conhecimento clínico
  • Como usar o Archetype Editor
  • Como usar o Template Designer
  • Como usar o Clinical Knowledge Manager (CKM)
  • Exemplos de arquétipos e templates
  • Processos de publicação de arquétipos no CKM
  • ADL (Archetype Description Language) 1.5 e o ADL Workbench
  • Integrando terminologias aos arquétipos e templates.

Segurança, Confidencialidade e Certificação de Sistemas de Registros Eletrônicos de Saúde

  • Segurança, confidencialidade e qualidade dos SRES
  • O que é certificação de SRES, justificativa, objetivos e histórico
  • A certificação dos SRES pelo processo SBIS/CFM
  • Componentes da certificação: segurança, qualidade e interoperabilidade
  • Níveis de segurança: NGS1 e NGS1
  • O uso do certificado digital nos SRES
  • O processo de preparação para a certificação

Instrutores

Foto-JussaraDra. Jussara Macedo Pinho Rötzsch, MD

Médica, Mestre em Psiquiatria e Saúde Mental pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Diretora da Fundação OpenEHR, Membro do Programa de Conteúdos Clínicos e do Programa de Localização da Fundação OpenEHR. Coordenadora líder em gestão de arquétipos da SBIS. Membro do Grupo Executivo do Projeto de e-saúde brasileiro, sendo coordenadora do grupo de trabalho de serviços, sistemas e interoperabilidade.

Foto-SabbatiniDr. Renato Marcos Endrizzi Sabbatini, PhD

Biomédico, doutor pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo, e professor adjunto aposentado da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), onde fundou e dirigiu por 20 anos o Núcleo de Informática Biomédica e foi chefe da área de Informática Biomédica e Bioestatística da Faculdade de Ciências Biomédicas. Foi também fundador e presidente da Sociedade Brasileira de Informática em Saúde, tendo sido seu Diretor de Educação e Formação Profissional. Fundador e presidente do Instituto Edumed para Educação em Medicina e Saúde. Atualmente é Secretário Geral do Instituto HL7 Brasil e coordenador do Grupo de Interesse de Educação.

Foto-MarivanDr. Marivan Santiago Abrahão, MD, MSc
Médico formado pela Universidade Federal Fluminense (1982), graduação em Análise e Gestão de Sistemas de Informação pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (2002) e mestrado em Medicina (Nefrologia) pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (1988). Membro Titular da Sociedade Brasileira de Informática em Saúde, Clínico Geral, Professor da Fundação Armando Álvares Penteado. Presidente do Instituto HL7 Brasil Brasil. Tem experiência na área de Ciência da Computação, com ênfase em Sistemas de Computação, atuando principalmente nos seguintes temas: Informática Médica, Nefrologia, Sistemas de Informação, Clinica Medica e Saúde Pública. Fundador e presidente do Instituto HL7 Brasil.

Coordenador Geral

Dr. Marivan Santiago Abrahão, MD, MSc
Presidente, Instituto HL7 Brasil

Coordenador Técnico

Prof. Dr. Renato M.E. Sabbatini, PhD
Secretário Geral, Instituto HL7 Brasil
Presidente, Instituto Edumed, HIT Education

Coordenador Científico

Dra. Jussara Macedo Pinho Rötzsch, MD

 


Metodologia de Ensino e Aprendizado

O curso é ministrado inteiramente através de um site de apoio na Web que contém vídeo-aulas gravadas, cópias dos slides utilizados nas aulas, referências e material de leitura, softwares para download, fórum de interação, chat de texto e plataforma de vídeoconferência, trabalhos e exercícios práticos, enquetes, questionários, etc., bem como um fórum para resolução de dúvidas durante o Curso.

Além disso, serão realizadas três sessões interativas síncronas de videochat, através da plataforma de videoconferência, com participação opcional, entre os estudantes, tutores e professores do curso, em pontos pré-determinados do programa do curso, com o objetivo de discutir dúvidas, debater pontos de interesse, e, eventualmente, apresentar palestras virtuais em tempo real por convidados.

O aluno pode acessar todo esse material de forma inteiramente assíncrona (isto é, independente de data e hora), de acordo com sua própria disponibilidade de tempo.

O curso consta de 5 módulos de aprendizado, que são liberados semanalmente para estudo. Os módulos já liberados ficam disponíveis e abertos até o final do curso.

Além disso, o participante terá acesso livre adicional por 14 dias após o término do curso, e poderá descarregar alguns materiais para seu uso individual, para estudo off-line.

Avaliação do Aprendizado

A avaliação do aprendizado individual do aluno é realizado através de seu desempenho nos seguintes itens:

  1. Notas obtidas nos questionários objetivos de avaliação do aprendizado (um por módulo, peso de 50%)
  2. Notas obtidas na avaliação dos trabalhos práticos individuais entregues (um por módulo, peso de 50%)
  3. Pontos adicionais (bônus) atribuidos pela sua participação nos fóruns de discussão (até um máximo de 2 pontos

Será considerado aprovado o aluno que obtiver uma nota mínima de 7 (sete) e tiver acessado todas as aulas e materiais do curso, de acordo com o monitor de estatísticas de acesso do site.

Para saber o que alunos disseram sobre os Cursos de OpenEHR anteriores – CLIQUE AQUI

 


Certificação

Os participantes receberão um certificado de conclusão do Instituto HL7 Brasil.

Este curso proporciona também 8 pontos no sistema proTICS de capacitação e certificação profissional da SBIS. Para receber os pontos os participantes interessados deverão obter a nota mínima.

Apoio

logo-edumed-med-300pxlogo_sbisopenEHR-log-grande

Não é associado?

Veja as vantagens além de ter desconto nos cursos e associe-se!


Copyright 2014 Instituto HL7 Brasil